Bianca Gismonti

Pianista e compositora 

A pianista e compositora Bianca Gismonti iniciou sua carreira aos 15 anos, acompanhando o seu pai, Egberto Gismonti, em palcos pelo mundo. Em 2005 estreou o seu trabalho com o Duo Gisbranco (duo de pianos com Claudia Castelo Branco), que conta com três discos lançados; um DVD produzido pelo Canal Brasil e lançará, em breve, o disco, “Egberto encontra Villa” para dois pianos e cello. Aliado a isso, o duo conta com parcerias junto a músicos como Chico César, Jaques Morelenbaum, Carlos Malta e Mônica Salmaso.

Em 2013, gravou seu primeiro álbum autoral, “Sonhos de Nascimento” (Biscoito Fino), o qual teve a participação de Naná Vasconcelos, com subsequentes turnês internacionais que percorreram Europa, Ásia e América do Sul. Ao final de 2015 foi lançado o seu segundo disco autoral “Primeiro céu” (Fina Flor), com a formação de Trio ao lado de seu marido (também co-produtor) Julio Falavigna na bateria e Antonio Porto no baixo, realizando, em 2016, turnê de lançamento na Europa, Ásia e África. No mesmo ano, iniciou a gravação do terceiro disco autoral, “Desvelando mares” (Hunnia Records/Hungria) que contou com a participação de diversos músicos do mundo e foi lançado na Europa e Japão em setembro de 2018 e, no Brasil, em 2019. Também em 2018, realizou mais uma turnê na Europa, China e Japão e gravou o quarto disco do Trio, “Gismonti 70” (Hunnia Records), com repertório completo de Egberto Gismonti, homenageando os seus 70 anos, a ser lançado em breve.

Em paralelo, em 2019, Bianca realizou apresentações na formação de piano e bateria e, em 2020, iniciou um projeto de trio com bateria e percussão, com arranjos originais para canções do repertório de música popular brasileira, com destaque na interação rítmica e interpretação vocal. Nele, temas como “Upa, Neguinho” (Edu Lobo), “Consolação” (Baden Powell) e “Serrado” (Djavan) estão incluídos.

Olá, está com alguma dúvida?